Passar para o conteúdo principal

Vatel

made in portugal - vatel

O sal foi, até ao início do século XX, um conservante alimentar de elevada importância. Chegou a ser considerado o “ouro branco”. Depois começou a desempenhar um papel fundamental no reforço do sabor dos alimentos. A salicultura é uma das atividades mais antigas do nosso país, havendo referência à sua existência desde o século X.   

O Sal Vatel está presente na cozinha dos portugueses desde 1915. No Cascais Food Lab quando pensamos em sal, pensamos nesta marca nacional cheia de tradição, portugalidade, qualidade e confiança. E por isso, seja refinado ou não refinado, a Vatel tornou-se nossa  parceira na confeção dos mais variados pratos.  

Neste Made in Portugal vamos destacar uma marca cujo nome pode ser atribuído a Fritz Karl Vatel, um famoso cozinheiro que serviu “O Conde”, príncipe nos tempos do Rei-Sol, Luís XIV. Vamos dar a conhecer um nome de referência na tradição culinária portuguesa. Nestes últimos 105 anos, estra marca icónica tem sido fundamental nas  nossas cozinhas. Ela vive nas memórias de infância de todos nós  e tem passado de geração em geração, numa constante evolução. A avó utilizava nos seus cozinhados o sal refinado, a mãe utilizava o sal marinho e agora o filho é fã da flor de sal. 

Em 1915 nasce a marca Vatel no seio do Grupo Macedo & Coelho Ldª e em 1998 surge a internacionalização do capital da marca. Foi no final dos anos 90 que o Grupo Belga Solvay adquiriu a totalidade ao Grupo fundador. Em 2002 a Solvay e o grupo Alemão K+S (Kali und Salz) criam “Joint Venture” designada por esco – european salt company. Nascia, assim o maior produtor de sal da Europa.  

E se esta tradição, com mais de 100 anos, se mantem ao lado dos portugueses é porque a Vatel foi “inovando nas práticas integrando novos métodos e tecnologias, mantendo sempre a preocupação com a qualidade”. A marca sabe, que se quer ser o sal da vida dos portugueses tem de estar sempre atenta “às necessidades, exigências e expectativas dos consumidores, atuais e futuros”. 

Tudo começou com o sal cristal e o com sal refinado fino e hoje a Vatel tem uma gama de produtos muito variada: sal marinho tradicional picante, sal fino iodado, flor de sal, sal fino Himalaias, bicarbonato alimentar… por falar nisso sugerimos uma receita de pão com o bicarbonato da Vatel. 

A produção de sal da esco tem pólos de operação na Alemanha, Holanda, França, Espanha e Portugal. As explorações do grupo extraem, tratam e comercializam mais de seis milhões de toneladas de sal, por ano. “Este domínio nos mercados internacionais é replicado em Portugal pela Vatel, que desde há vários anos está presente nos vários segmentos do mercado português, desde a indústria à grande distribuição alimentar e não-alimentar”. 

O sal será sempre um produto essencial e fundamental, em diversos tipos de usos e aplicações. Até em crenças ele tem lugar de destaque – “Acreditava-se que quando havia sal numa casa nunca faltaria o dinheiro” e se o sal for da Vatel, nunca faltará sabor na sua vida, também. 

Se ficou com curiosidade de saber mais sobre a marca e seus produtos aceda ao site: http://vatel.pt/ 

Vatel