Passar para o conteúdo principal

BARRO

Barro.

O Cascais Food Lab veste-se de BARRO.

Quando iniciámos as obras no nosso espaço, no Mercado da Vila, sonhámos com uma parede que prestasse homenagem ao mar de Cascais. E a BARRO concretizou o nosso sonho através das telhas Fish Scale (Escamas de Peixe). Assim a cozinha tornou-se num dos nossos spots favoritos e dos muitos Chefs que nos visitam. Um verdadeiro mural, com as nossas cores que também são as tonalidades do mar, aliado à tradição da azulejaria com um toque moderno que uma empresa como a BARRO sabe fazer tão bem.
 

Neste Made in Portugal, queremos que conheça a BARRO que nasceu de um projeto familiar, “foi idealizada quando eu e o meu marido nos aventuramos a construir o verdadeiro projeto de lar”, conta-nos Susana Xavier.
Em 2013, num período conturbado e cheio de incertezas, os mentores desta marca tinham acabado de ser pais pela segunda vez e “por força das circunstâncias tivemos de mudar de casa, de cidade, sair da nossa zona de conforto.” 

Uma velha quinta, um casario em ruínas e o rio mesmo ali ao lado, parecia ser um destino de sonho, segundo nos conta a Susana. Parecia, porque ninguém estava disposto a morar num lugar longe de tudo, em mau estado e com grandes reformas pela frente. “O João e eu fomos corajosos, abraçamos o grande desafio e posemos mãos à obra.” Aquele já era o seu lar. Estava na hora de “moldá-lo”. Foi durante o processo de obras e de escolhas que a necessidade dos azulejos da BARRO surgiu.

“Gostamos de azulejos feitos à mão, com uma beleza imperfeita, com alma, que perdurem no tempo mas com um twist contemporâneo. Começaram a surgir ideias, a fervilhar efeitos, cores, texturas para barrar a nossa casa. Na altura não havia esta oferta.”

À experiência que o João ganhou na Cerâmica do seu pai, juntou-se o barro, as ideias da Susana e uma grande vontade de trazer à luz do dia a BARRO, uma marca com espírito de família, “os nossos azulejos são feitos por e para famílias.”



Na BARRO existe uma hierarquia, uma linha condutora que nasce da mestria de mãos experientes e flui através dos valores e do trabalho de quem respeita a tradição e o tempo. O propósito é apenas um, fazer nascer azulejos de mãos que vivem alegrias e tristezas. Das mãos criar o nosso azulejo, o nosso tema, mais ou menos perfeito, o nosso reflexo, mais ou menos colorido, mais ou menos complexo. Criar azulejos como nós.

 


As peças criadas pela Susana e pelo João passam por um processo manual e entre o tempo de produzir, secar, acabar, vidrar e cozer, decorre uma semana. São peças com alma que perduram no tempo. São de uma “beleza imperfeita, com a sua própria simetria. O menos é mais. Azulejo natural, honesto, intelectual.”

A inspiração para criar as telhas como Douro Valley, Porto, Envelope ou Viana “vem de tudo o que nos circunda, natureza, musica, livros, filmes, historias, pessoas, memorias, beleza e sabores.”

Para o Cascais Food Lab é um orgulho saber que o mercado externo é ávido dos produtos desta marca, mas tal como esta família de criadores, nós também gostaríamos que “Portugal se vestisse da BARRO”. Pelo nosso país, os quartos de banho das suites do Hotel Bairro Alto, o balcão da cozinha do Chef Avilez e o restaurante Tapisco já se renderam a esta azulejaria com alma. Pelo mundo, o aeroporto de Oslo e Hotel MenorcaExprimental também já aderiram a este tendência azulejar.

Parece que o maior projeto das suas carreiras foi uma Igreja em Saint Tropez, pelo inusitado e pela sua imponência. Atualmente têm em mãos um novo projeto, o revestimento de um cilo. Desejamos a esta marca portuguesa muito sucesso e orgulhamo-nos pela nossa cozinha vestir BARRO.